quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

04:45

Se você sempre teve um pé atrás com a energia nuclear, é bom começar a pensar na possibilidade de ter um reator para chamar de seu. Isso porque os japoneses da Toshiba anunciaram a criação de um mini-reator que será capaz de fornecer energia a pequenos edifícios de apartamentos.

O dispositivo mede 6 m de altura por dois m de largura, ou seja, cerca de 100 vezes menos do que os aparelhos convencionais. Ele gera até 2kw de energia e, segundo seus idealizadores, de “forma limpa e segura”, sendo que seu funcionamento é 100% automatizado e sem o risco de superaquecimento.

De acordo com a Toshiba, a performance do mini-reator baseia-se na utilização de um isótopo chamado Lítio-6 líquido. Ele absorve nêutrons e é capaz de gerar energia de modo autônomo durante 40 anos, fornecendo eletricidade com uma economia considerável, a um custo de US$ 0,05 por kWh, o equivalente a metade do valor cobrado por uma central energética tradicional.

O site “Next Energy News.com” informou que a companhia nipônica espera instalar o primeiro reator no Japão já em 2008 e comercializar o novo sistema na Europa e nos EUA em 2009.

0 comentários: