quarta-feira, 25 de maio de 2011

10:44



Tim Berners-Lee, criador da World Wide Web, diz que o Twitter não é o "local indicado para ter discussões racionais".

Tim Berners-Lee
O Pai da Web,Tim Berners-Lee, disse numa conferência realizada na Royal Society de Londres, que sentiu o extremismo do Twitter na pele, quando decidiu usar o portal dos 140 carateres para dar uma opinião sobre a neutralidade da Internet.

"Todos os tweets revelaram-se extremistas. Será que o Twitter vai fazer parte da Web do futuro? Era melhor que tivéssemos algo mais sofisticado", defendeu Berners-Lee.

Em declarações reproduzidas pelo The Telegraph, Berners Lee defendeu que, no futuro, todas redes sociais deverão comunicar entre elas.

Fonte: aeiou

0 comentários: