domingo, 30 de outubro de 2011

09:13



O grupo de hackers está de volta. Desta vez o seu alvo são os sites mantidos por pedófilos. O grupo tirou do ar nos últimos dias mais de 40 sites utilizados para o compartilhamento de arquivos com pornografia infantil.

E os integrantes do grupo foram além. Segundo o site, eles divulgaram na Internet informações de mais 1.500 usuários que integravam essa rede de crimes. Entre os dados estavam nomes, há quanto tempo fazem isso e quantas fotos compartilharam.

De acordo com o grupo, como os alertas para a remoção do conteúdo ilegal não foram atendidos, eles entraram nos servidores e tiraram as páginas do ar.

Segundo os hackers, um dos serviços de compartilhamento atingidos era “um dos maiores sites de pornografia infantil já vistos até hoje, com mais de 100 GB de pedofilia”. O grupo afirma que está à disposição do FBI para fornecer detalhes sobre os usuários.

Responsável por uma longa lista de ações contra redes corporativas, o Anonymous diz usar o hacking como forma de chamar a atenção para as causas e questões que defende. Nos últimos tempos, o grupo adotou alvos militares, aliados dos EUA e empresas do setor de defesa.


Fonte: Informaçaoetecnologia

0 comentários: