segunda-feira, 26 de março de 2012

18:03
 
A fim de reduzir a quantidade de resíduos gerados por lâmpadas convencionais e suas embalagens, o designer Tien-Ho Hsu criou uma nova ideia, ainda conceitual, que promete trazer uma solução para esse problema, a Eco light, uma lâmpada de papel.

A lâmpada não passa, na verdade, de um papel coberto por uma emulsão especial que brilha quando ligado à eletricidade. 

 

Esse projeto foi vencedor de um prêmio de design internacional em 2011. Eu, particularmente, adoro quando a minimização de embalagens e resíduos é contemplada e acho que esse é um grande pró da lâmpada, pois o produto é praticamente a embalagem.

Embora eu encoraje a ideia por trás do projeto de minimização de resíduos, há alguns pontos que ainda não ficaram bem claros e/ou devem ser trabalhados no conceito. O primeiro deles é se o brilho dessa lâmpada pode mesmo substituir o de uma lâmpada convencional e o segundo, considerando que temos lâmpadas agora que podem durar de 10 a 40 anos, dependendo da duração da lâmpada de papel (que também vai virar um resíduo depois de utilizada) pode ser que essa minimização no fim não compense.


Fonte: Planeta Água

0 comentários: