sábado, 17 de agosto de 2013

18:11
cartucho_imp01

Para evitar que você acabe com uma impressora danificada e a garantia perdida, as empresas estão tomando medidas pesadas em relação a cartuchos falsificados. A HP por exemplo, utiliza desde a fiscalização dos pontos de vendas, até mesmo aplicativos para verificar a autenticidade do cartucho.

Primeiramente iremos saber quais os tipos de falsificação existem, basicamente existem quatro. As copias com outras embalagens, os clones, que tentam copiar o projeto original do cartucho e os recarregados, que permitem alguns ciclos de uso através de toners e tintas que não são originais, e por fim, os remanufaturados, os quais as peças desgastadas são substituídas por peças de origens desconhecidas.

O problema dos cartuchos recarregados e os remanufaturados é que o numero de páginas impressas é bem inferior, além de uma qualidade muito pior, além do risco ambiental, já que algumas empresas não realizam o recolhimento e vão parar em aterros sanitários comuns, oferecendo risco ecológico.
Confira abaixo algumas medidas para não ser enganado na compra de cartuchos:
Desconfie das ofertas, quando o preço é muito baixo, é um forte indicio de pirataria
Ficar atento aos selos é essencial, se forem simples demais, desconfie.

As fabricantes não vendem cartuchos recarregados e remanufaturados, então fique de olho.
Os cartuchos originais não são vendidas em embalagens sem marcas brancas ou marrons simples.

Pelo smartphone, você pode verificar se o selo de segurança é original pelo aplicativo.
As novas impressoras possuem um sistema de autenticação, conferindo se o cartucho é original na hora que ele é colocado.

Fonte: Mobile Bit

0 comentários: