sexta-feira, 3 de abril de 2015

13:36

O funcionamento desse tijolo é simples: os tijolos molhados absorvem o ar quente do externo que, por efeito da evaporação, deixa uma parte do seu calor às moléculas de água e entra nas nossas casas com uma temperatura bem mais baixa.

Na realização destes tijolos 3D os projetistas se inspiraram à técnicas usadas também pelos antigos persas e egípcios que precisavam de ambientes mais frescos pois moravam em áreas muito quentes do planeta.

A necessidade de imprimi-los em 3D favorece a passagem do ar; cada tijolo pode ser encaixado e juntado aos outros do mesmo tipo, criando uma barreira. E além disso o látex junto com a argamassa cria uma ligação muito resistente e que dura no tempo.



Fonte: As Toupeiras


0 comentários: