sexta-feira, 15 de maio de 2015

04:50


Aquele vidro de ketchup que você tem na geladeira há tanto tempo que parece mais uma peça do eletrodoméstico, provavelmente já está vencido. Vale conferir. E, se ele estiver fora do prazo de validade, é bom jogar fora, sem “nada a ver esse negócio de validade” ou “mas tá na geladeira!”. Não é à toa que existem prazos de validade.







Aliás, não são só alimentos que devem ser consumidos dentro de um determinado período. Produtos de beleza e higiene, além de artigos de limpeza, contêm elementos que se deterioram ou perdem o efeito com o passar do tempo. Daí a necessidade de ficar atento às datas de validade e substituir os vencidos.

Sabe que outros produtos são feitos com produtos químicos que se deterioram e, por isso, vencem?Pilhas, baterias, tintas e extintores.



Pilhas, por exemplo, estouram e estragam o controle remoto ou qualquer outro eletrônico em que estejam sendo usadas. Como as alcalinas duram mais do que as de zinco (sete e dois anos, respectivamente), vale optar por elas. E se, por acaso, elas estourarem antes do prazo, é possível conseguir reposição do produto e ressarcimento de qualquer dano causado. Por isso, é bom verificar se a validade está impressa nas próprias pilhas ou manter a embalagem.

Baterias de lítio têm, em média, um prazo de validade de 10 anos, assim como tintas fechadas (abertas, é bom usá-las em um prazo de dois a cinco anos). Já extintores duram, em média, seis anos se forem recarregáveis e 12 anos se não forem.

Ah, sim! O pneu do carro também vence. O prazo, em média, é de cinco anos. Depois disso, o uso e os efeitos de agentes climáticos, como pressão, umidade e temperatura comprometem a estrutura do pneu, mesmo que ele não aparente muito desgaste.



Não, a água mineral não tem um prazo de validade. Mas a garrafa tem. Quanto maior a qualidade do material com que ela é feita, maior o tempo que ele consegue isolar a água do ar ambiente e, consequentemente, maior a duração da garrafa. Aliás, o ar ambiente e bactérias externas são sempre o grande problema quando falamos de água mineral, porque ela vem maravilhosamente pura de sua fonte. O que pode acontecer em temperaturas altas é a proliferação rápida das bactérias da água, o que resulta na alteração do sabor e do cheiro do líquido.


Fonte: Deixa que eu Manjo





0 comentários: