terça-feira, 8 de abril de 2008

05:34


Pesquisadores da Universidade de Swiburne, na Austrália, estão usando a nanotecnologia para criar um disco com capacidade de 1 petabyte (PB), o que permitiria o armazenamento de até 200 mil DVDs em uma só unidade.

O projeto tem um prazo de cinco anos para ser viabilizado e já se encontra no terceiro. Min Gu, cientista que lidera o programa, diz que a idéia é ampliar a capacidade dos discos atuais em até 20 mil vezes e armazenar todos os dados em um disco Blu-ray, com formato ótico de alta densidade. Segundo ele, “a idéia é incorporar o material nanoestruturado e aumentar a capacidade, sem a necessidade de ampliar o tamanho do CD ou DVD”.

A criação deste novo disco está sendo feita no Centro Tecnológico de Micro-Photonics e recebeu um financiamento de US$ 1 milhão do Australian Research Council. A primeira etapa idealizada pelos cientistas será a de expandir o número de camadas onde as informações são alocadas. Atualmente, um disco normal ? CD ou DVD ? usa no, no máximo, quatro camadas e os cientistas a frente do programa já conseguiram utilizar 52 neste novo disco e esperam atingir até 300 camadas nos próximos anos.

De acordo com James Chon, outro participante do projeto, a idéia é aproveitar melhor a o espaço proporcionado por um CD ou DVD. “Atualmente, apenas 0,1% do volume de um CD é aproveitado, enquanto o restante, 99,9%, é desperdiçado”, declarou ele. “Um CD normal tem 1,2 milímetros de espessura e a tecnologia padrão usada para armazenar as informações ocupa menos de um mícron de espessura do CD”.

0 comentários: