segunda-feira, 4 de julho de 2011

06:30



Se você já teve a oportunidade de tocar na tela de um iPod Touch ou iPhone, deve ter notado que são bem mais suaves e precisas do que as telas touchscreen de alguns aparelhos, como as adotadas pela Nokia, Samsung, LG e várias outras companhias, embora alguns aparelhos destas fabricantes tenham a mesma tecnologia utilizada pela Apple.

A tela sensível ao toque é um quesito que conta, e muito, na hora de adquirir um dispositivo com a mesma. Com isso, resolvemos explicar como elas funcionam e apontar suas vantagens e desvantagens.

Existem dois tipos de touchscreen. São eles:
Resistivo
Capacitivo

Resistivo

Telas resistivas são compostas por várias camadas. Duas destas camadas são de material condutor de eletricidade. Quando pressionamos a tela, estas duas camadas fazem contato, detectando o ponto exato do dedo e convertendo-o em coordenadas.

Com este mecanismo você pode usar qualquer coisa para tocar a tela: dedos, canetas etc. Por outro lado, ela não suporta a função multitouch. Um tela resistiva oferece entre 75% e 85% de precisão, e sempre precisam ser calibradas, devido ao desgaste do material. São as telas mais baratas do mercado.

Capacitivo

As telas capacitivas consistem num campo elétrico uniforme que é distorcido pelo toque do dedo. Os sensores individuam o ponto exato onde ocorreu o toque, adquirindo as coordenadas. O mecanismo é, portanto, preciso e imediato. Essa tecnologia oferece 100% de precisão.

A função multitouch, citada anteriormente, pode ser aplicada nas telas capacitivas, permitindo, por exemplo, que o usuário possa dar zoom usando dois dedos simultaneamente, como acontece no iPhone ou iPad. Neste caso, não é possível utilizar outros meios para tocar a tela como a caneta, pois não causam nenhuma distorção no campo elétrico.

Vantagens e desvantagens

Qualidade e durabilidade: Sem dúvida, a tecnologia capacitiva é a melhor e a mais durável. A resistiva, além de sofrer um atraso e imprecisão, tende a desgastar-se e, consequentemente, acaba perdendo sua função ao longo do tempo.

Precisão: Novamente as telas capacitivas são superiores às resistivas, pois, além do toque, a primeira detecta um simples "encostar", porém não suporta caneta e outros meios de toque, porque o material inanimado não produz distorções no campo elétrico.

Limpeza: Obviamente, o fato de não ter de usar os dedos faz com que o touchscreen resistivo seja um pouco mais higiênico.

Funcionalidade: O fato de poder usar dois dedos simultaneamente na tela capacitiva, torna esta muito mais versátil e funcional.

Redação REI DO TECH

0 comentários: