quarta-feira, 20 de abril de 2011

09:52


Os lactobacilos são bactérias, isso mesmo! Muitas pessoas consideram as bactérias como organismos prejudiciais para nosso corpo. Mas, na verdade, elas nem sempre são sinal de doença. Em nosso intestino (mesmo quando saudáveis) possui cerca de 10 bilhões de microorganismos por milímetro quadrado vivendo nele e fazendo que funcione corretamente. Essa é a chamada flora intestinal de que tanto ouvimos falar.

A redução da flora intestinal, seja por alguma enfermidade seja pelo uso de antibióticos pode dificultar a digestão e ainda tornar o aparelho digestivo vulnerável ao ataque de microorganismos nocivos. É aí que entram os tais lactobacilos. Eles são capazes de restarurar nossa flora intestinal deficiente.

Lactobacillus é um gênero de bactéria que tem uma grande vantagem: podem ser ingeridas e ainda chegar vivas ao intestino, atravessando sem problemas o estômago, ambiente ácido onde a maioria dos microorganismos não sobrevive. Uma vez no intestino, se reproduzem com grande rapidez e ainda criam um ambiente propício para que outras bactérias benignas possam se estabelecer ali. Como se não bastasse, eles produzem um muco que protege as vilosidades (pequenas dobraduras) intestinais e também sintetizam parte das vitaminas do complexo B de que necessitamos.

Os lactobacilos podem ser encontrados no leite que acabou de sair da vaca, mas não estão presentes no leite pasteurizado que encontramos à venda. Os produtos comercializados que contêm lactobacilos vivos são o iogurte e os chamados probióticos: alimentos especialmente destinados a ajudar nosso sistema digestivo pela introdução de microorganismos.

Fonte: Diário da Biologia

0 comentários: